1/5

NHANDEREKO

 

[documentário, HD, cor, 59’’, 2020]
Documentário produzido através das atividades do Projeto Caracol: Fortalecimento, autonomia e participação social em comunidades produtoras de alimentos

SINOPSE: A língua guarani não diferencia cultura de ecossistema, tudo faz parte do sistema da vida. Explorando esta ideia, o doc Nhandereko - comida e educação viajou de sul à norte do Brasil com os educadores do Slow Food Brasil interagindo política e poeticamente com realidades que conectam educação, alimentação e transformação socioambiental. São comunidades tradicionais e de periferia urbana, acampamentos da reforma agrária, restaurantes, sítios agroecológicos, pontos de cultura alimentar, mercados. Micro-revoluções que se apropriam do sistema alimentar como um caminho repleto de veredas para se educar de forma emancipatória e atraente.Todos imersos num contínuo e sensorial processo educativo que têm na experiência e no afeto fontes sutis e potentes de transformação. 

 


FICHA TÉCNICA

direção, imagem, som e edição
Sandra Alves 


roteiro
Gabriella Pieroni e Sandra Alves 

 

pesquisa e produção
Gabriella Pieroni 


música
Leonardo Trincabelli 

 

realização
Slow Food Brasil Educação/Associação Slow Food Brasil 

 

apoio
MISEREOR 


produção
Vagaluzes Filmes

finalização
imagem.desejo filmes

 

comunidades retratadas

Comunidade guarani do Morro dos Cavalos,Tekoa Itaty, Palhoça, Santa Catarina

Comunidade Chico Mendes e Projeto Revolução dos Baldinhos, Florianópolis, Santa Catarina 

Comunidade Caiçara Enseada da Baleia - Ilha do Cardoso, Cananéia, São Paulo

Assentamento Mário Lago/MST, Ribeirão Preto, São Paulo 

Acampamento Paulo Botelho /MST, Ribeirão Preto, São Paulo 

Sítio Flor de Ouro, Ratones, Florianópolis, Santa Catarina

Ponto de Cultura Alimentar Iacitatá, Belém, Pará


execução
Associação Slow Food Brasil 


coordenação geral
Gabriella Pieroni e Marina Vianna 


coordenação pedagógica
Fulvio Iermano 


administrativo
Elaine Diniz 


equipe pedagógica 

Adriana Vernacci 

Cláudia Mattos 

Rafael Rioja 

Giselle Miotto 

Pedro Xavier da Silva 

Phillipe Belletini 

Karina Weber

Gabriella Pieroni

Marina Vianna

Fulvio Iermano 

 

agradecimentos especiais 

Comunidade guarani do Morro dos Cavalos,Tekoa Itaty, Palhoça, Santa Catarina

Comunidade Chico Mendes e Projeto Revolução dos Baldinhos, Florianópolis, Santa Catarina 

Comunidade Caiçara Enseada da Baleia - Ilha do Cardoso, Cananéia, São Paulo

Assentamento Mário Lago/MST, Ribeirão Preto, São Paulo 

Acampamento Paulo Botelho /MST, Ribeirão Preto, São Paulo 

Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra 

Grupo de Trabalho Slow Food Brasil Educação 

Rede Slow Food Brasil 

Sítio Flor de Ouro, Ratones, Florianópolis, Santa Catarina

Ponto de Cultura Alimentar Iacitatá, Belém, Pará

Slow Chácara, Batatais, São Paulo 

Cepagro - Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo, Florianópolis, Santa Catarina   

Sesc Mesa Brasil 

Antônio Carlos Cardoso, Enseada da Baleia 

Jorge Antônio Cardoso, Enseada da Baleia 

Jorge Cardoso, Enseada da Baleia

Tatiana Mendonça Cardoso, Enseada da Baleia 

Joyce Mendonça Cardoso, Enseada da Baleia 

Terezinha do Carmo Mendonça Cardoso, Enseada da Baleia 

Dauany Marques de Oliveira, Acampamento Paulo Botelho/ MST

Edna Talarico Rodrigues, Acampamento Paulo Botelho

Zaqueu Miguel de Carvalho, Assentamento Mário Lago/MST

Manuela Aquino, Dirigente Estadual do setor de Educação/ MST 

Cíntia da Cruz, Revolução dos Baldinhos

Ana Karolina da Conceição, Revolução dos Baldinhos  

Eunice, Cozinha Mãe 

Dona Neuza, Cozinha Mãe 

Dona Sueli, Cozinha Mãe 

Kerexu Yxapyry, Tekoa Itaty 

Maria Conceição Oliveira, rede Slow Food Brasil

Tanea Romão, Kitanda

Philipe Bellettini, Slow Food Brasil Educação

Marina Vianna Ferreira, Slow Food Brasil Educação

Fúlvio Irmano, Slow Food Brasil Educação 

Rafael Rioja, Slow Food Brasil Educação

Adriana Vernacci, Slow Food Brasil Educação

Cláudia Mattos, Slow Food Brasil Educação

Marcos José de Abreu, mandato do Marquito vereador

Aurora Liuzzi, mandato do Marquito vereador 

Caio Rodrigo Miranda, mandato do Marquito  vereador

Gisa Garcia, Cepagro

Ana Carolina Dionisio, Cepagro

Júlio Maestri, Cepagro

Karina Smania de Lorenzi, Cepagro

Ligia Meneguello, Associação Slow Food Brasil

Glenn Makuta, Associação Slow Food Brasil 

Valentina Bianco, Slow Food Internacional 

Annete Roensch, Misereor 

Irene Kaierle, Misereor 

Madalena Goerne, Misereor 

LANÇAMENTO 18 DE SETEMBRO

Em breve, mais informações!

"É urgente e necessário que os processos educacionais comprometidos com a vida e justiça social se apropriem do potencial que a temática da alimentação nos proporciona" 

"Para os povos guarani Nhadereko é o funcionamento cíclico da cultura e, ao mesmo tempo da, natureza. Um modo de ser, viver e educar numa visão de mundo sistêmica. E é como nos inspiramos para um bem-viver social em meio à distopia do século XXI, trazendo para o centro, como um coração pulsante que recebe e irriga as voltas entre cultura, comida e educação. 

 

(Slow Food Brasil Educação)